Um Grito

Poema de forte intenção nacionalista, da autoria de Luís Osório, surgido no ano do Ultimato inglês, significativamente dedicado "à mocidade das escolas portuguesas", já que o tema da obra é simultaneamente a decadência da pátria e a esperança na sua regeneração: "O cáustico aplicou-se enfim ao moribundo;/ Raiou quase um clarão, no escuro céu que abarco.../ Vamos ver se depois do grito gemebundo/ O doente, acordando em estremeção profundo,/ Pode erguer-se de pé, e abandonar o charco"; "Bandeira nacional! Eia, sagrado emblema!/ É preciso adorar esta visão suprema,/ Erguê-la num transporte".
Como referenciar: Um Grito in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-20 10:16:44]. Disponível na Internet: