União Sagrada

Aliança governativa, promovida em 1916 pelo presidente Bernardino Machado, que correspondeu a um compromisso de unidade nacional em tempo de guerra. António José de Almeida, líder do Partido Evolucionista, e Afonso Costa, líder do Partido Democrático, uniram-se para constituir um Executivo, que governou de março de 1916 a abril de 1917, chefiado por Almeida e com Costa no Ministério das Finanças. Seguiu-se um Governo com Afonso Costa como primeiro-ministro, sem a participação do líder dos evolucionistas mas com o seu apoio, Governo que caiu com o golpe sidonista desse mesmo ano. Embora, no plano externo, a ação da União Sagrada atingisse os objetivos que se propôs, a oposição dos partidos e grupos políticos que não a quiseram integrar minou-a no plano interno.
Como referenciar: União Sagrada in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-25 06:50:43]. Disponível na Internet: