Ursino

Também denominado Ursicino, teve o cargo de diácono durante o pontificado de Libério e foi eleito pelos discípulos deste papa quando ele faleceu, a 24 de setembro de 366. No entanto, tornou-se um antipapa, porque susteve a sua consagração contra a de São Dâmaso, eleito pelos partidários de Félix II e que acabou por conseguir afirmar-se perante a fação de Ursino.
Com o imperador Valentiniano II, Ursino conseguiu que lhe fossem atribuídos territórios para exercer as suas funções eclesiásticas, uma vez que a querela entre as duas fações estava a causar distúrbios. Mas acabou por ser expulso de Roma com os seus sequazes, uma vez que se consideravam triunfantes sobre a fação contrária e tomaram atitudes exageradas.
Como referenciar: Ursino in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-26 08:03:23]. Disponível na Internet: