urso

Os ursos pertencem à família dos Ursídeos e, segundo certos autores, são os mamíferos omnívoros de maior tamanho, podendo o peso de um macho adulto variar entre os 300 quilos e mais de uma tonelada, como acontece com o Urso-Kodiak do Alasca. A cauda é pequena e os dedos são providos de garras fortes e não retrácteis. A marcha é plantígrada.
Os ursos atuais apresentam uma homogeneidade muito grande, não sendo possível encontrar diferenças para a sua separação em subfamílias. Em certos casos, é difícil a separação de géneros, como acontece com o urso-pardo (Ursus arctos) e o urso-americano (Euarctos americanus). Alguns autores consideram a existência de um único género (Ursus). Com exceção do urso-polar (Thalarctos), que vive na zona ártica e é o único nitidamente diferenciável dos restantes pela cor branca, os membros desta família habitam em zonas temperadas e tropicais. Classicamente, considerou-se que a família dos Ursídeos é constituída por sete géneros, de que são exemplo o urso-pardo (Ursus), o urso-negro-americano (Euarctos), o urso-negro-tibetano (Selenarctos), o urso-de-lunetas (Tumarctos), o urso-malaio (Helarctos), o urso-beiçado (Melursus) e o urso-polar (Thalarctos).
O urso-pardo (Ursus arctos) tem um comprimento que pode atingir os dois metros nos Pirenéus, os 2,5 metros nos Cárpatos, mais de três metros no Alasca e 4,7 metros na ilha Kodiak. O comprimento de cauda acrescenta mais 10 ou 20 centímetros. O seu peso pode atingir de 80 a 300 quilos nos Pirenéus até aos 1200 quilos dos ursos da ilha Kodiak. Durante uma parte do ano, os ursos hibernam. A data em que os ursos iniciam a hibernação varia, não só com a localidade mas também com as condições climáticas de cada inverno. Durante a hibernação, a temperatura do corpo desce e o metabolismo das gorduras armazenadas no corpo proporciona a energia suficiente para compensar, no organismo, a falta de alimentação.
A sua alimentação é omnívora, comendo frutos, bagas, raízes, caules, rebentos, mel, formigas, larvas, animais aquáticos, aves, ovos e ainda algumas vezes, crustáceos e animais domésticos. O urso-pardo prefere os territórios boscosos virgens. É um animal com atividade diurna e noturna. É solitário, mas se o alimento é abundante é sociável com os seus congéneres.
A época de reprodução decorre de abril a julho e a gestação dura sete a oito meses, dando as fêmeas à luz em pleno inverno. O urso recém-nascido é extremamente pequeno, medindo 22 ou 23 centímetros e pesando menos de 400 gramas. São cegos e sem dentes e só têm bem formadas as unhas dos membros anteriores. Estão cobertos de pelagem com pelos finos esbranquiçados que rapidamente escurece. Aos seis meses são mais claros e aos 16 meses adquirem a pelagem do adulto de cor que varia do negro intenso ao amarelo claro passando pelo pardo. A fecundidade da espécie é elevada, dando as fêmeas à luz, de dois em dois anos, uma ou duas crias, conforme a idade.
Como referenciar: urso in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-11 19:37:08]. Disponível na Internet: