Vaclav Havel

Escritor, dramaturgo e político checo, nasceu a 5 outubro de 1936, em Praga, e faleceu a 18 de dezembro de 2011. Militante da liberalização do regime desde a primavera de Praga, tornou-se conhecido como ativista da defesa dos direitos humanos, o que lhe valeu ser preso por diversas vezes. The Power of the Powerless (1978, O Poder dos Mais Fracos) foi o importante livro que Havel escreveu sobre os mecanismos e os meios que o comunismo totalitário exercia para oprimir as sociedades e as transformar numa massa homogénea e manipulável. Em novembro de 1989, Vaclav Havel foi um dos fundadores do Civic Forum (Fórum Cívico), uma associação que defendia iniciativas democráticas tendo-se tornado na sua principal figura da Velvet Revolution (Revolução de Veludo).
Com o fim do regime comunista, foi nomeado presidente da República (1989-1992). Demitiu-se quando o país ficou dividido com a declaração de independência da Eslováquia, mas em janeiro de 1993 regressou à presidência, tendo sido eleito pelo Parlamento. Algumas das obras publicadas por Havel foram A Crescente Dificuldade de Concentração (1968), Os Conspiradores (1971), A Ópera do Mendigo (1972), A audiência (1975), Protesto (1978) e A Tentação (1985). Em 1963, a peça resultante do livro The Garden Party foi para os palcos do teatro e o mesmo aconteceu em O Memoramdum (1965) e A Crescente Dificuldade de Concentração (1968).
Como referenciar: Vaclav Havel in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-08 18:54:22]. Disponível na Internet: