Vicente de Carvalho

Poeta parnasiano brasileiro, Vicente Augusto de Carvalho nasceu em 1866, em S. Paulo, e faleceu em 1924. Formado pela Faculdade de Direito de S. Paulo, onde se tornou adepto das ideias positivistas e defensor dos ideais republicanos, foi, mais tarde, eleito deputado estadual e exerceu os cargos de secretário do Interior, juiz e ministro do Tribunal de Justiça de S. Paulo.
É considerado um dos maiores poetas do Parnasianismo brasileiro, pela simplicidade da sua linguagem e pela riqueza das imagens que emprega, constituindo um certo sentimento lírico do mar o motivo maior da sua escrita. Atraído pelo jornalismo e pela política, em que bastante se empenhou ao longo da vida, começou a escrever muito cedo, contando apenas dezoito anos quando publicou o seu primeiro livro, Ardentias (1885). No conjunto da sua obra destacam-se igualmente os títulos Marinha (1887), Relicário (1888), Rosa, Rosa de Amor (1902) e Poemas e Canções (1908).
Como referenciar: Porto Editora – Vicente de Carvalho na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-03 05:01:46]. Disponível em