Vienciana

Aspetos Geográficos
Capital e maior cidade do Laos, Vienciana localiza-se na margem norte do rio Mekong, num ponto que faz fronteira com a Tailândia. A ligação à Tailândia é assegurada por duas pontes, uma das quais é a famosa Ponte da Amizade. Usufrui de um clima tropical. Possui cerca de 400 000 habitantes (2006), embora a população da área metropolitana ultrapasse os 700 000 habitantes.
História e Monumentos
Muito provavelmente, a localidade onde se encontra Vienciana era uma povoação khmer centrada num templo hindu com origem cerca do ano 1000. Nos séculos XI e XII, altura em que os laocianos e os thai entraram no Sudeste asiático oriundos da China, os poucos khmers que ainda existiam acabaram por desaparecer ou ser integrados. Em 1354, quando foi fundado o reino de Lan Xang, Vienciana tornou-se uma importante cidade administrativa, mas ainda não a capital, o que veio a acontecer apenas em 1560. Com a queda de Lan Xang, em 1707, tornou-se um reino independente, mas em 1779 foi conquistada pelo exército siamês. Passou para o domínio francês em 1893, tornando-se capital do protetorado francês do Laos em 1899. O domínio francês manteve-se até 1950, ano em que o país atingiu a independência, com Vienciana como capital. Em 1975, os comunistas chegaram ao poder no Laos, o que teve repercussão na cidade. Entre os seus principais monumentos, destacam-se o Pagode That Luang (monumento budista do século XVI, que tem fama de conservar relíquias de Buda) e o Patouxai (um monumento construído em 1958, que faz lembrar o Arco do Triunfo parisiense).
Aspetos Turísticos e Curiosidades
O aspeto da cidade é muito marcado pela arquitetura colonial francesa, mantendo a sua atmosfera relativamente relaxada. Entre os seus pontos de destaque, vale a pena salientar o Mercado da Manhã (um edifício muito popular, construído pelo Vietname, onde se pode encontrar um pouco de tudo); o Santuário de Vat Simuong, o mais venerado da cidade; o Pagode Vat Sisakhet (construído em 1818, conserva uma biblioteca de estilo birmanês), entre outros templos e museus de interesse. É uma cidade relativamente segura, mas não existe grande vida noturna.

Economia
Centro administrativo, cultural e económico do país, a cidade possui uma razoável atividade comercial. A madeira e alguns produtos minerais são das poucas produções industriais da cidade. É servida pelo aeroporto de Wattay.
Como referenciar: Porto Editora – Vienciana na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-24 10:05:08]. Disponível em