Vittorio Gassman

Ator do teatro e do cinema italiano, nasceu a 1 de setembro de 1922, em Génova, e morreu a 29 de junho de 2000, vitimado por um enfarte. Filho de pai austríaco e de mãe italiana, estudou Direito na Universidade de Roma. Interrompeu o curso para inscrever-se na Academia Nacional de Artes Dramáticas. Foi por influência maternal que decidiu dedicar-se à interpretação. Estreou-se no teatro em 1943, participando em várias peças encenadas por Luchino Visconti. Tornou-se, em pouco tempo, um dos atores mais populares da sua época. Cinematograficamente, estreou-se em 1945 no melodrama Incontro con Laura. Mas só se tornaria um ator conhecido no seu país quando protagonizou Riso Amaro (1949), filme de enorme sucesso. Depois de uma série de comédias românticas, conheceu a atriz norte-americana Shelley Winters com quem viria a casar em 1952. Por influências da esposa, assinou um contrato com a MGM que o recrutou para desempenhar papéis secundários em Mambo (1955) e War and Peace (Guerra e Paz, 1956). De regresso à Itália, conheceu a aclamação com o seu desempenho na comédia I Soliti Ignoti (Gangsters Falhados, 1958). Em 1958 fundou a sua própria companhia teatral, Teatro Popolare Italiano, levando ao palco, entre outras, obras de Séneca, Alexandre Dumas, o filho, William Shakespeare e Henrik Ibsen. Nos anos seguintes, distinguiu-se sobretudo por papéis de galã em melodramas românticos e peplums. Mas o desempenho que o viria a celebrizar a nível internacional foi a do arrogante e cego capitão Fausto Consolo em Profumo di Donna (Perfume de Mulher, 1974). A sua prestação foi agraciada com o prémio para a Melhor Interpretação Masculina no Festival de Cannes e serviu de inspiração a Al Pacino, que retomou a sua personagem 18 anos depois no remake americano. A partir de então, continuou a dividir-se entre a Itália e os Estados Unidos, trabalhando sob a orientação de realizadores credenciados como Robert Altman em Quintet (O Quinteto, 1979), Ettore Scola em La Terrazza (1980) ou Barry Levinson em Sleepers (Sentimento de Revolta, 1996).
Como referenciar: Vittorio Gassman in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-12 06:29:34]. Disponível na Internet: