W.C. Fields

Ator e argumentista norte-americano, William Claude Dukenfield nasceu a 29 de janeiro de 1880, em Filadélfia, e morreu a 25 de dezembro de 1946, em Pasadena, Califórnia. O mais velho de cinco irmãos, fugiu de casa aos 11 anos na sequência de desavenças com o pai. Adquiriu a sua famosa voz rouca graças às constantes exposições ao tempo frio e o seu nariz vermelho e amachucado graças às recorrentes lutas com miúdos maiores. Começou por aperfeiçoar a sua técnica como malabarista, o que lhe deu um reconhecimento inicial, chegando mesmo a correr mundo com números de pantomina cómica.
Estreiou-se na Broadway com a comédia musical The Ham Tree, em 1906. No cinema, a estreia deu-se em 1915 com Pool Sharks. Entre 1915 e 1921, atuou em Nova Iorque nos Ziegfeld Follies, casando em 1921 com a bailarina Harriet Hughes. Em 1923, interpretou o aclamado musical Poppy, com um papel especificamente escrito para ele. D. W. Griffith faria uma versão cinematográfica da peça Sally of the Sawdust (1925), para a qual Fields curiosamente não fora a primeira escolha para o papel. Entre 1930 e 1934, atuou em diversos filmes para a Paramount, atingindo o ponto alto com It's a Gift (1934), que incluía um famoso sketch proveniente dos palcos. Por esta altura, era já popularmente reconhecido pelas suas personagens alcoólicas com uma particular aversão por crianças e cães. Inveterado improvisador que preparava as próprias improvisações, Fields tinha uma personalidade enigmática.
Apesar de reconhecido cómico, desempenhou o papel sério de Mr. Micawber em David Copperfield (1935), de George Cukor. Sofreu uma grave doença que interrompeu a sua carreira no cinema em 1936, mas aproveitou para fazer uma peça radiofónica em 1938, descobrindo outro meio de difundir o seu génio. Em 1939, mudou-se para a Universal onde escreveu maioritariamente os filmes em que participou. São desta época alguns dos seus mais conhecidos filmes: My Little Chickadee (1940), onde contracena com Mae West, The Bank Dick (1940), talvez o maior clássico, e Never Give a Sucker an Even Break (1941).
Continuou a ser atormentado por várias doenças, não conseguindo ter mais do que aparições especiais nos seus últimos filmes, até ao seu falecimento no Dia de Natal de 1946, em Pasadena.
Como referenciar: W.C. Fields in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-25 15:02:33]. Disponível na Internet: