WebCrawler

Criado a 27 de janeiro de 1994 por Brian Pinkerton, então aluno da Universidade de Washington nos Estados Unidos da América, o WebCrawler tornou-se o primeiro motor de pesquisa a permitir a busca de qualquer palavra ou frase em todo o conteúdo de um documento da World Wide Web (WWW).
Até então, a pesquisa ao conteúdo de documentos na web restringia-se a um número limitado de palavras-chave atribuídas a cada documento para identificar o tema que abordava.
Com o WebCrawler, tornava-se possível armazenar a totalidade do texto dos conteúdos, para que qualquer documento que contivesse as palavras pesquisadas pelo utilizador pudesse ser recuperado. O WebCrawler entrou em funcionamento a 20 de abril de 1994, então com uma base de dados de pouco mais de 4000 websites diferentes, facto que foi, cerca de um mês e meio mais tarde, comunicado por Pinkerton no newsgroup comp.infosystems.announce, um grupo da Usenet então especialmente dedicado ao anúncio do lançamento de novos sites.
Em outubro de 1994, o WebCrawler já obtinha mais de 15 000 consultas diárias, e a 14 de novembro do mesmo ano respondeu à sua milionésima pesquisa, então sujeita ao tema "Investigação e conceção de armas nucleares".
A 1 de dezembro de 1994, Brian Pinkerton conseguiu obter das empresas DealerNet e Starwave o financiamento necessário para manter o WebCrawler em funcionamento, até que, no dia 1 de junho de 1995 este foi adquirido pela gigante America Online (AOL), que na altura contava com menos de um milhão de utilizadores.
A 4 de setembro do mesmo ano foi apresentado o "Spidey", a primeira versão da mascote presente no logótipo da WebCrawler.
Mas pouco tempo mais tarde, a 1 de abril de 1997, a AOL vendeu os seus direitos sobre o WebCrawler à empresa Excite, já então responsável pelo seu próprio motor de pesquisa.
Finalmente, já em 2001, o WebCrawler foi adquirido pela InfoSPace, que agora o gere como um motor de meta-pesquisa, orientado para se servir de vários outros motores de busca com vista a procurar, nos resultados assim obtidos, as incidências relativas à pesquisa submetida pelo utilizador.
Como referenciar: WebCrawler in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-21 03:07:45]. Disponível na Internet: