William Harvey

Médico anatomista e fisiologista inglês, nascido em 1578 e falecido em 1657, estudou Medicina em Cambridge, onde, em 1602, se doutorou. Estudou entre 1597 e 1601 em Pádua com Fabrici de Aquapendente (Girolamo). Exerceu clínica em Londres e foi médico do Hospital de S. Bartolomeu, sendo, em 1609, nomeado professor de Anatomia e Cirurgia no Colégio Real.
Tornou-se célebre pela descoberta da cirurgia sanguínea e pela sua antevisão da lei biogenética. Através de inúmeras experiências com animais, Harvey estudou o mecanismo da circulação do sangue e o movimento do coração. Concluiu que o sangue que circula nas artérias regressa ao coração pela aurícula direita, passando daí para o ventrículo direito e, pela artéria pulmonar, é levado aos pulmões, voltando depois pela veia pulmonar à aurícula esquerda. Apesar da discussão que a sua descoberta desencadeou, as suas ideias acabaram por ser aceites ainda durante a sua vida. Na época em que a discussão decorria, os seus defensores eram apelidados pelos opositores de «circulatores».
São também notáveis os seus estudos sobre a geração. Realizando trabalhos experimentais, utiliza os animais do parque do rei, concluindo que todo o ser vivo provém de um ovo. Demitiu-se de todos os seus cargos em 1646, retirando-se para o campo, tendo recusado a presidência do Colégio dos Médicos para que tinha sido eleito em 1654.
Como referenciar: William Harvey in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-21 18:51:18]. Disponível na Internet: