magneto-hidrodinâmica

A magneto-hidrodinâmica, cuja abreviatura é MHD, é a ciência que estuda os fenómenos de circulação em gases fortemente ionizados ou em líquidos dotados de grande condutividade elétrica na presença de campos magnéticos internos ou externos.
O desenvolvimento desta ciência surgiu a partir do estudo dos problemas cósmicos da matéria nas estrelas ou no espaço interestelar.
Atualmente também possui importância no desenvolvimento de reatores de fusão, nos quais um gás de deutério muito quente e altamente ionizado realiza uma fusão nuclear controlada. Uma outra aplicação da MHD inclui o gerador de energia magneto-hidrodinâmico. Num gerador MHD em ciclo aberto, em que o combustível fóssil arde em presença de oxigénio, ou ar comprimido previamente aquecido, é disperso com um elemento de baixa energia de ionização, tal como o potássio ou o césio. Este elemento é ionizado termicamente à temperatura de combustão produzindo eletrões livres suficientes para proporcionar a condutividade térmica adequada. A interação entre o fluido condutor em movimento e o campo magnético intenso, que é aplicado ao longo dele, gera uma força eletromotriz de acordo com o princípio de Faraday, a menos que o condutor sólido seja substituído por um fluido condutor.
Nalgumas estações de energia são usados dispositivos deste tipo, onde são adequados para grandes exigências a curto prazo, e apresentam a possibilidade de aumentar o rendimento térmico de um gerador de turbina a vapor em cerca de 40 para 50%.

Como referenciar: magneto-hidrodinâmica in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-18 14:09:26]. Disponível na Internet: