Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Academia das Ciências de Lisboa

Instituição fundada a 24 de dezembro de 1779 com o nome de Academia Real das Ciências de Lisboa. Os seus mentores foram o duque de Lafões, D. João Carlos de Bragança e José Correia da Serra - o célebre "abade Correia da Serra" -, ambos férreos opositores do regime do marquês de Pombal. A primeira sede da Academia foi no Palácio das Necessidades, percorrendo depois outros edifícios até lhe ser entregue o Convento de Jesus em Xabregas, após a extinção das ordens religiosas (1834), onde ainda hoje se encontra a sua sede. A criação deste estabelecimento insere-se numa corrente antipombalina, claramente, contra o estudo das humanidades, que o Marquês fizera questão em manter. A Academia surge então como uma alternativa aos estudos de Coimbra, apresentando nos seus estatutos uma clara função didática mais prática voltada para as ciências e para as artes, devendo admitir em cada ano vinte e quatro alunos da classe nobre. Este ponto dos seus planos nunca chegou a ser cumprido, vocacionando-se desde o início para a investigação refletida nas grandiosas obras que publicou: as Efemérides Náuticas (65 volumes publicados entre 1788 e 1862); as Memórias da Agricultura (1788-1791); Memórias Económicas (1789-1814); os Portugaliae Monumenta Historica, onde se encontram transcritas as principais fontes para a história medieval de Portugal (1842-1860), entre muitas outras obras possui também uma notável biblioteca, com mais de 100 000 volumes dos séculos XVI ao XX, mais de 60 incunábulos e cerca de 3000 manuscritos. Atualmente a Academia prossegue a sua atividade científica tanto no campo das Ciências como das Letras, tendo cada uma destas classes vinte académicos efetivos e quarenta correspondentes, além dos associados que não têm qualquer limitação numérica.
De entre o vasto conjunto de intelectuais portugueses que foram seus membros, merecem talvez destaque especial homens como Frei Joaquim de Santa Rosa de Viterbo, Alexandre Herculano e Oliveira Martins.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Academia das Ciências de Lisboa na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-28 09:02:29]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros