Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Alfredo da Costa

Médico português, Manuel Vicente Alfredo da Costa nasceu a 28 de fevereiro de 1859, na Índia Portuguesa, e faleceu a 2 de abril de 1910, em Lisboa. Com 9 anos, mudou-se com a família para Portugal, onde se formou na Escola Médico-Cirúrgica, em 1887, e veio a ser professor da instituição. Dez anos depois, foi regente da cadeira de Obstetrícia e diretor, no Hospital de São José, da Enfermaria-Maternidade.
Considerado o impulsionador da moderna assistência materno-infantil, não viu o seu sonho (a construção de uma maternidade) realizar-se, uma vez que só 22 anos após a sua morte, a 5 de dezembro de 1932, foi inaugurada em Lisboa a Maternidade que, em sua homenagem, ficou com o seu nome, Alfredo da Costa.
Fez parte do grupo de fundadores da Revista de Medicina e Cirurgia, foi sócio da Academia das Ciências de Lisboa - onde exerceu o cargo de presidente e se tornou membro benemérito - e foi colaborador do Jornal da Sociedade das Ciências Médicas.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Alfredo da Costa na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-05 03:21:40]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais