Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros
< voltar
< 1 min

ambiguidade lexical

Diz-se que estamos perante um caso de ambiguidade lexical sempre que uma palavra autorize pelo menos duas interpretações num dado contexto. As palavras homónimas, por apresentarem o mesmo significante (a mesma forma escrita e fónica) constituem os casos em que se verifica a ambiguidade lexical. Trata-se de um assunto analisável em semântica e em lexicografia. As anedotas servem-se muitas vezes de operações de ambiguidade lexical para a criação do humor. Seguem-se alguns exemplos de ambiguidade lexical:

A secretária do meu escritório é muito bonita.
(secretária = funcionária/ secretária = mesa)

Os ministros devem aterrar a qualquer momento.
(aterrar = causar terror/ aterrar = aproximar-se do solo)
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – ambiguidade lexical na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-06-28 04:55:13]. Disponível em

Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros