Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Amélia Rey Colaço

Atriz portuguesa nascida em 1898, em Lisboa, e falecida na mesma cidade a 8 de julho de 1990. Nasceu em berço de ouro no seio de uma família aristocrata, sendo filha do compositor Alexandre Rey Colaço. Apaixonou-se pela carreira teatral, quando, numa visita à Alemanha, assistiu a uma representação de Max Reinhardt. Recebeu aulas de interpretação e, a 17 de novembro de 1917, estreou-se no Teatro República, no papel de vagabunda na peça Marinela.

Casou-se em dezembro de 1920 com o ator Robles Monteiro com quem viria a constituir, nove anos depois, a Companhia Amélia Rey Colaço-Robles Monteiro, por onde passaram nomes como Almada Negreiros, Palmira Bastos, Nascimento Fernandes, Maria Matos, Vasco Santana, Eunice Muñoz, Carmen Dolores e Varela Silva.

Durante quarenta e três anos, serão levadas à cena perto de centena e meia de peças de dramaturgos como José Régio, Bernardo Santareno, Romeu Correia, Jean Cocteau e Garcia Lorca, impondo um cunho de requinte e de elegância a que o teatro português não estava habituado. Quando se dá o 25 de abril, suspenderá a Companhia com medo de que o público a encarasse como um símbolo do regime ditatorial.

Foi agraciada com a Comenda da Ordem da Instrução e o Oficialato da Ordem de Sant'Iago. Apesar de muito ter feito pelo teatro nacional, também participou em filmes como O Primo Basílio (1923), onde encarnou Luísa, e, na fase final da sua carreira, participou na comédia televisiva Gente Fina É Outra Coisa (1983), onde contracenou com a sua filha Mariana Rey Monteiro e outros atores consagrados como Ruy de Carvalho e Nicolau Breyner.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Amélia Rey Colaço na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-09-26 01:38:38]. Disponível em
Artigos
ver+
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Amélia Rey Colaço na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-09-26 01:38:38]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais