Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Ancara

Aspetos Geográficos
Cidade e capital da Turquia, Ancara é a segunda maior cidade do país, a seguir a Istambul. Situa-se no planalto da Anatólia Central. Foi conhecida inicialmente por Angora, sendo também a capital da província com o mesmo nome. Possui uma população de cerca de 3 750 000 habitantes (2006).
História e Monumentos
Vendedor de café nas ruas de Ancara
O local onde está implantada a cidade foi inicialmente tomado pelos Hatti na Idade do Bronze e, mais tarde, pelos Hititas, que o chamavam de Ankuwash. Seria ainda mais tarde tomado por outros povos, como os Persas. Pela sua boa localização, cresceu e desenvolveu-se como um destacado centro de trocas comerciais. Em 189 a. C., a cidade foi tomada pelo Império Romano e tornada capital da província romana de Galatia, assim como entrada de leste para Roma. Mais tarde, manteve-se no Império Bizantino até ao século XI, e em 1071 caiu nas mãos dos Turcos, após o que os Bizantinos a recapturaram até ao século XII. Em 1356, o Império Otomano tomou a cidade. Após a Guerra da Independência, a Turquia foi decretada república, em 1923, e Ancara foi escolhida para capital por Kemal Ataturk. Como principais monumentos possui o Templo de Augusto (datado de 20 a. C.), a Coluna Monumental de Juliano (361 d. C.), e a Mesquita Haci Bayram, entre outros. A cidade revela também uma fusão interessante de arquitetura antiga e moderna. Tem vários museus: o Museu Etnográfico, o Museu das Civilizações da Anatólia, o Museu Industrial, o Museu de Arte e Escultura, e o Museu da Guerra da Independência, entre outros.
Aspetos Turísticos e Curiosidades
Ancara tem como oferta turística diversos pontos de interesse arqueológico: desde a cidadela ao Teatro Romano, passando pelos Banhos Romanos. Tem vários jardins e parques extensos e bastante bem tratados, como o Jardim Botânico e o Parque Gençlik. Podem-se ainda visitar outros sítios de relevo como a Quinta Ataturk e o Jardim Zoológico. Após se ter tornado capital, a cidade dividiu-se em duas secções: uma antiga chamada Ulus e a moderna Yenis. Os edifícios antigos refletem a história dos impérios Romano, Bizantino e Otomano, com ruas estreitas. A parte moderna possui avenidas com hotéis, teatros e centros comerciais.

Economia
A cidade é o centro administrativo do país e também um importante centro industrial, comercial e cultural. Como centro do governo turco, é também a sede de todas as embaixadas estrangeiras. Está estrategicamente localizada no centro da principal autoestrada da Turquia e também do caminho de ferro. Funciona ainda como centro de escoamento mercantil para a agricultura da área circundante. É famosa pela sua preciosa lã (angorá), mel e uvas moscatéis.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Ancara na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-19 12:07:05]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros