Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

< voltar
< 1 min

António Dacosta

Pintor português nascido em 1914, em Angra do Heroísmo e falecido em 1990. Estudou em Lisboa, na Escola Superior de Belas-Artes e, também, em Paris, onde acabou por se radicar em 1947 e acabaria por viver até à data da sua morte, em 1990. Participou em várias exposições internacionais mas, a partir da década de 1950, passou a dedicar-se, sobretudo, à crítica literária. Os seus trabalhos intervêm ao nível da consciencialização coletiva da realidade do mundo, através da representação de espaços inquietantes. Está representado no Museu de Arte Contemporânea e no Museu da Fundação Calouste Gulbenkian.
"Serenata Açoriana" de António Dacosta, em 1940
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – António Dacosta na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-17 05:12:20]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais