Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Aquae Flaviae

Povoação romana existente no local onde hoje se ergue a cidade de Chaves. Apesar de haver vestígios castrejos que apontam para uma ocupação anterior, a cidade foi fundada no ano de 78 a. C., época em que o Império Romano era comandado por Flávio Vespasiano, e é batizada com o nome de Aquae Flaviae ou Aquae Flavial.
A abundância e qualidade das águas minerais desta região, bem como as vastas reservas de águas alcalinas no seu subsolo, podem estar na origem do seu nome.
Aquae Flaviae encontra-se ainda numa localização geograficamente privilegiada por ser o ponto de ligação de várias vias e regiões, sendo ponto de escala na via entre Bracara Augusta (Braga) e Asturica (Astorga), o que lhe confere uma enorme importância no processo de ocupação e colonização romanas.
A Ponte de Trajano, em Chaves, sobre o leito do rio Tâmega
Entre os vestígios deixados pela civilização romana, destaca-se a ponte em cantaria de granito, datada do século I d. C., que constitui o mais belo exemplar do seu género em Portugal.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Aquae Flaviae na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-11 16:48:08]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais