Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

ARPA

Acrónimo de Advanced Research Projects Agency, como é mais conhecida, ou Defense Advanced Research Projects Agency (ou DARPA), como se passou a designar a partir de 1996.
Esta Agência de Projetos de Pesquisa Avançada foi criada a 7 de fevereiro de 1958 pela diretiva 5105.15 do Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América, com a finalidade de implementar e dirigir projetos avançados de pesquisa e desenvolvimento para os militares.
Consta que o motivo por trás da sua criação se prendeu com o êxito do lançamento do primeiro satélite artificial soviético - o Sputnik -, a 4 de outubro de 1957, que terá levado o então presidente americano, Dwight D. Eisenhower, a considerar a necessidade de fomentar e financiar a investigação tecnológica.
A 23 de março de 1972, estabeleceu-se como um organismo separado, na dependência direta do Secretário da Defesa americano, e a sua designação foi alterada para DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency), mas apenas até 1993, quando, a 23 de fevereiro, o então presidente Bill Clinton determinou que voltasse à sua designação original de ARPA.
Finalmente, a 10 de fevereiro de 1996, reassumiu em definitivo a designação DARPA, que mantém até hoje.
Este organismo governamental tornou-se conhecido pelas experiências que desenvolveu em finais da década de 1960, com o objetivo de criar uma vasta rede informática de comunicação, através de linhas dedicadas, que pudesse resistir à eventualidade de uma guerra nuclear.
Estas experiências resultaram na criação, em 1969, da ARPANET, uma rede que permitia a ligação direta entre computadores que podiam correr sistemas diferentes, testada inicialmente entre a Universidade da Califórnia, em Los Angeles, e o Instituto de Pesquisas de Stanford, a que se juntou pouco depois a Universidade do Utah.
Durante o início dos anos 70, várias outras universidades e organismos científicos vieram a partilhar aquela ligação, permitindo assim à ARPA utilizar a ArpaNet como veículo para a investigação e desenvolvimento de novas tecnologias na área das ligações de redes de computadores.
Esta acabou por se tornar a precursora da atual Internet, que, durante os seus primeiros estágios de desenvolvimento, chegou mesmo a utilizar a ArpaNet como backbone.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – ARPA na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-06-28 05:01:23]. Disponível em

Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais