Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Artur Corvelo

Protagonista de A Capital! (1925) de Eça de Queirós, é um jovem poeta de Oliveira de Azeméis que, depois de arrecadar uma pequena herança, decide concretizar o seu sonho de ir viver para a capital, em busca da glória literária e de uma bela mulher desconhecida, apenas entrevista na estação de Ovar. Formado nas leituras ultrarromânticas, influenciado, depois, durante a sua breve passagem por Coimbra, pelas leituras filosóficas e revolucionárias dos seus correlegionários, mas sem nunca aderir verdadeiramente à nova estética, Artur Corvelo é o paradigma do poeta romântico medíocre, figura recorrente na obra de Eça, representada, entre outros, pela personagem de Tomás de Alencar em Os Maias. Em Lisboa, Artur torna-se vítima ingénua de todo o tipo de inescrupulosos e dissipa rapidamente a sua fortuna, sem ter concretizado os seus sonhos de amor e fama.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Artur Corvelo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-24 20:01:07]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros