Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

aspa (insígnia)

A aspa é uma cruz, na forma de X, feita com paus. Vulgarmente conhecida como cruz-de-santo-andré, pois consta que Santo André teria sido supliciado numa cruz com esse formato, era um instrumento de suplício dos antigos, servindo para atar os condenados e quebrar-lhes os ossos. Nos autos de fé os penitenciados eram marcados com uma figura de aspa, que surgia como sinal de infâmia.
Na heráldica, a aspa é uma insígnia em forma de X, que simbolizava o estandarte ou guião do chefe invicto. Significa, também, o infinito incognoscível e a união do mundo superior com o mundo inferior.
Em Frei Luís de Sousa, Almeida Garrett, na caracterização do cenário do Ato II, refere as insígnias que: "São as antigas da casa de Bragança, uma aspa vermelha sobre campo de prata com cinco escudos do reino, um no meio e os quatro nos quatro extremos da aspa; em cada braço e entre os dois escudos uma cruz floreteada, tudo do modo que trazem atualmente os duques de Cadaval; sobre o escudo, coroa de conde."
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – aspa (insígnia) na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-13 15:57:36]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros