Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Astrid Lindgren

Escritora sueca, Astrid Anna Emilia Ericsson nasceu a 14 de novembro de 1907, em Vimmerby, e faleceu a 28 de janeiro de 2002, em Estocolmo. Filha de agricultores, pôde crescer na liberdade da quinta dos pais, que mantinham o costume de contar histórias aos quatro filhos, encorajando possíveis esforços literários.
Aos dezoito anos de idade engravidou e, face à reação da família, optou por se mudar para Estocolmo. Fez estudos técnico-profissionais para poder vir a tornar-se administrativa, tendo conseguido uma colocação no Real Automóvel Clube da Suécia. Em 1931, casou com Sture Lindgren. Mantendo a tradição familiar, contava histórias aos seus filhos. Essas histórias foram-se desenvolvendo e acumulando.
Em 1944, aos trinta e sete anos de idade, começou a escrever algumas delas, e assim, no ano seguinte, publicou o primeiro livro da famosa série 'Pipi das Meias Altas', Pippi Långstrump (1945). A obra refletia as ideias da autora sobre os direitos das crianças, que julgava oprimidas pela educação, acreditando que, se lhes fosse dado amor e carinho, elas se tornariam bem comportadas. A protagonista da série, Pipi das Meias Altas, é uma menina ruiva de temperamento fogoso e que, embora sendo órfã, afirma que o pai é um rei canibal dos mares do Sul. Pela sua filosofia de vida e pela liberdade com que a disfruta, pode ser vista como uma versão feminina do não menos célebre Huckleberry Finn.
Astrid Lindgren continuou a série, tendo-se tornado coordenadora de edições infanto-juvenis na companhia que publicava os seus próprios livros, posição que ocupou entre 1946 e 1970. Publicou mais de uma centena de livros. Mästardetektiven Kalle Blomqvist (1946), Alla Vi Barn I Bullerby (1946) e Kati i Amerika (1950) são exemplos das muitas séries bem sucedidas da autora.
Na década de 60 protestou contra a Guerra do Vietname e, em 1976, resolveu empreender uma campanha contra a injustiça nos impostos do governo sueco, quando chegou à conclusão que lhe eram cobrados cento e dois por cento dos seus rendimentos. Foi também a responsável pela aprovação de uma lei em 1988, em favor dos direitos dos animais, que ficou conhecida como Lex Astrid.
Foi eleita a personalidade mais popular do seu país em 1999.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Astrid Lindgren na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-05 05:28:33]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais