Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Baku

Aspetos Geográficos
Cidade e capital do Azerbaijão, Baku localiza-se numa península das margens do mar Cáspio, sendo a maior cidade do país. Tem a particularidade de ficar abaixo do nível médio das águas do mar. Possui um clima quente e seco no verão e frio e húmido no inverno. Tem 2 100 000 habitantes (2006).
História e Monumentos
A história da cidade inicia-se no ano de 885, primeira referência escrita que existe. Tornou-se importante depois de um terramoto ter destruído Shemakha, sucedendo-lhe como capital no século XII. Em 1723, foi conquistada pelos russos. Até 1813, a cidade foi disputada entre o Irão e a Rússia por diversas vezes, mas o assunto ficou resolvido quando a Rússia assinou o Tratado de Gulistan com a Pérsia, que previa a cedência de Baku e parte do Cáucaso do Irão para a Rússia. No final do século XIX, graças à indústria petrolífera, a cidade desenvolveu-se bastante. Durante a Segunda Guerra Mundial, a conquista da cidade foi o principal objetivo da Alemanha para a área do Cáucaso. Foi também o principal centro petrolífero da URSS. Com a independência do Azerbaijão, à custa de uma violenta guerra, a cidade sofreu em termos de desenvolvimento, mas aos poucos tem vindo a recuperar, especialmente depois da abertura do oleoduto Baku-Ceyhan. Possui diversos palácios e mesquitas que datam dos séculos XIV e XV.
Aspetos Turísticos e Curiosidades
A cidade moderna é composta por três partes: a cidade velha (corresponde ao centro e fica dentro de uma fortaleza), a cidade em crescimento (construída depois da exploração do petróleo no início do século XX) e a cidade construída pelos soviéticos. No ano 2000, o centro da cidade, o Palácio de Shirvanshahs e a Torre Maiden foram classificados pela UNESCO como património mundial. Merecem ainda destaque as Termas, o Museu de Arte, a Academia de Ciências e a Mesquita Djuma. Em 2003, a UNESCO colocou a cidade na lista do património mundial em perigo devido aos estragos causados pelo terramoto do ano 2000, por fracos trabalhos de conservação e dúbios esforços de restauro. Merecem destaque também algumas boas praias.

Economia
A base da economia de Baku é o petróleo, sendo a cidade o centro de um importante campo petrolífero. Para além da refinação e fabrico de equipamentos para a exploração de petróleo, as indústrias da cidade incluem a construção naval, os têxteis e o cimento. A cidade possui um porto e exporta o petróleo a partir de um oleoduto construído até ao mar Negro. Baku possui metropolitano e é servida pelo Aeroporto Internacional Heydar Aliyev.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Baku na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-04 13:11:37]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros