Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Bishkek

Aspetos Geográficos
Cidade e capital do Quirguistão, Bishkek situa-se no vale do rio Chu, na parte norte dos montes Ala-Too, que são uma extensão da cordilheira Tien Shan. Encontra-se a 800 metros de altitude, com a cordilheira Tien Shan a servir de espetacular cenário de fundo para a cidade. Possui cerca de 900 000 habitantes (2005), sendo a única grande cidade do país.
História e Monumentos
Originalmente era um local de descanso para as caravanas que percorriam a rota da seda através da cordilheira Tien Shan, tendo sido fundada pelos usbeques em 1825 como cidade fortificada. Em 1862, foi conquistada pela Rússia czarista, que a desenvolveu e renomeou Pishpek em 1877, encorajando cidadãos russos a instalarem-se na mesma. Em 1926, tornou-se a capital da república autónoma da Quirguízia, integrante da URSS, com o nome de Frunze, em homenagem a Mikhail Frunze, líder militar bolchevique nascido na cidade e elemento importante nas revoluções de 1905 e 1917, assim como na guerra civil russa do início dos anos 20. Em 1991, com a desagregação da União Soviética e a independência do Quirguistão, a cidade passou a chamar-se Bishkek e a ser a capital oficial do país. Entre os seus principais monumentos, destacam-se o principal edifício governamental, a Casa Branca, um gigante bloco de mármore que funcionou como quartel-general do Partido Comunista da Quirguízia; diversas estátuas de Lenine, a maior das quais situa-se num parque em frente ao parlamento; e a estátua equestre de Mikhail Frunze.
Aspetos Turísticos e Curiosidades
Em quirguistanês, Bishkek é um recipiente usado para fazer kumis, a bebida nacional. Bishkek é uma cidade de amplas avenidas e de edifícios públicos marmoreados que se combinam com numerosos blocos de apartamentos de estilo arquitetónico soviético. É moderna e atraente, especialmente no verão, quando milhares de árvores lhe proporcionam cor e sombra. Apesar de ser relativamente recente, os arredores da cidade possuem locais de interesse que vão até ao período pré-histórico. Destacam-se ainda: o Museu Histórico, situado na praça principal da cidade; o Museu Estatal de Artes Aplicadas, que mostra diversos exemplos do artesanato tradicional do país; a Casa-Museu Frunze; a estação de comboios, construída em 1946 por prisioneiros de guerra alemães; o Monumento à Independência, na Praça Ala-Too, onde pode ser observado também o render da guarda; o Monumento aos Mártires da Revolução, ocupando uma praça inteira; e ainda diversas estátuas (de Lenine, de Ivan Panfilov ou de Mikhail Frunze), a maioria das quais situadas nos seus diversos parques.

Economia
É uma cidade em crescimento rápido, repleta de restaurantes, cafés e automóveis europeus e japoneses. Durante o período soviético albergou inúmeras unidades industriais, mas a maioria foi fechada ou labora agora numa escala mais reduzida. Destacam-se, a nível industrial, os curtumes, a maquinaria agrícola e os têxteis. Bishkek encontra-se ligada ao sistema ferroviário do Turquestão-Sibéria. Para além das importantes funções administrativa e comercial, a cidade tem também uma importante função cultural e um assinalável desenvolvimento turístico.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Bishkek na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-29 06:25:36]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros