Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

< voltar
< 1 min

Carlos do Carmo

Fadista português, de nome completo Carlos Alberto do Carmo Almeida, nascido em 1939 em Lisboa, morreu a 1 de janeiro de 2021.

Após ter estudado na Suíça, iniciou propriamente a sua vida artística em 1964, embora tivesse já gravado um disco aos nove anos. Tendo sido sempre muito influenciado pelo fado, representou Portugal no XXI Concurso Eurovisão da Canção em 1976, com o tema Flor de Verde Pinho. Entre as suas canções mais conhecidas encontram-se ainda Os Putos, Estrela da Tarde e Um Homem na Cidade.

Considerado um dos grandes intérpretes musicais de Portugal, percorreu vários países e foi distinguido com diversos prémios, entre eles, o Prémio Goya de Melhor Música Original, com "Fado da Saudade", em 2008.

Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Carlos do Carmo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-01 18:34:43]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais