Livros e Autores

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Carlos Zeferino Pinto Coelho

Jurisconsulto e político português, Carlos Zeferino Pinto Coelho nasceu a 26 de agosto de 1819, em Beja.
Em 1843, formou-se em Direito pela Universidade de Coimbra e começou imediatamente a sua carreira política ao inscrever-se como militante do Partido Legitimista e ao integrar uma comissão de legitimistas que se encontravam regularmente com D. Miguel, em Londres. Entre 1857 e 1866, foi eleito deputado por Viana do Castelo, Póvoa do Lanhoso e Braga.
Para além das suas funções políticas, foi também juiz de fora e corregedor em Beja e desembargador na Relação de Lisboa. Foi ainda fundador da Companhia das Águas (1955), presidente da Associação dos Advogados de Lisboa e da Assembleia Geral do Banco de Portugal.
Excelente orador e empenhado defensor dos direitos da Igreja, colaborou com alguns periódicos, como O Domingo, A Nação e A Pátria.
Carlos Zeferino Pinto Coelho faleceu a 24 de fevereiro de 1893, em Lisboa.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Carlos Zeferino Pinto Coelho na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-07 20:19:14]. Disponível em

Livros e Autores

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais