Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Cascais

Aspetos Geográficos
O concelho de Cascais, do distrito de Lisboa, localiza-se a cerca de 25 quilómetros a oeste da capital e integra-se na Região de Lisboa (NUT II), na Grande Lisboa Norte (NUT III). Está situado junto a uma baía que tem o mesmo nome da vila e que é considerada um dos maiores ex-libris da região.
Cascais já foi um importante porto de pesca e a partir de meados do século XIX transformou-se numa elegante estância balnear.
Vista geral de Cascais
Brasão do concelho de Cascais
O concelho está rodeado pelo oceano Atlântico a sul e a oeste, pelo concelho de Sintra a norte e pelo concelho de Oeiras a este.
Cascais ocupa uma área de 97,3 km2, na qual se distribuem seis freguesias: Alcabideche, Carcavelos, Cascais, Estoril, Parede e S. Domingos de Rana.
Em 2005, o concelho apresentava 178 985 habitantes.
O natural ou habitante de Cascais denomina-se cascalense.
Com um clima do tipo mediterrânico, esta região apresenta um verão com temperaturas não muito elevadas e um inverno suave.
História e Monumentos
Do património arquitetónico destacam-se o Castelo Medieval (séc. XIII), os Paços do Concelho (séc. XIX), a Igreja de Nossa Senhora da Assunção (séc. XVI), a Igreja da Misericórdia (séc. XVI), a Igreja de Nossa Senhora da Vitória, a Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes (sécs. XVII-XVIII), a Capela de Nossa Senhora do Porto Seguro (séc. XVII), a Capela de S. Sebastião (séc. XVIII), a Igreja de Santo António (Igreja Paroquial do Estoril) e a Capela de Nossa Senhora da Nazaré.
O Museu e a Biblioteca Condes de Castro Guimarães são outra referência cultural do concelho.
Tradições, Lendas e Curiosidades
Esta região teve um povoamento muito antigo, havendo muitos vestígios pré-históricos.
Realizam-se algumas festas como a Nossa Senhora da Conceição da Abóbada (8 de dezembro) em São Domingos de Rana; a Procissão da Nossa Senhora dos Navegantes (15 de agosto) em Cascais e a Procissão de Santo António (13 de junho) em Cascais.
O feriado municipal comemora-se a 13 de junho e o dia do município é celebrado a 7 de junho.
A Feira de Carcavelos (quintas-feiras), a Feira da Praça de Touros de Cascais (nos primeiros e terceiros domingos de cada mês), a Feira do Livro (julho e agosto) e a Feira do Artesanato (julho e agosto) são também eventos importantes neste concelho.
No artesanato destaca-se a cerâmica artística, usando esmalte e barro.
Economia
O turismo e os serviços são as principais atividades económicas deste concelho. Ao turismo estão muito associados o comércio e a indústria hoteleira.
A costa do Estoril, com as suas praias e o seu casino - o maior da Europa - atrai todos os anos muitos turistas. O topo das falésias da Boca do Inferno, com a sua vista, e a praia do Guincho, para os amantes do surf e do windsurf, são outros locais muito procurados.
A praia e a gastronomia (peixe e mariscos) são dois vetores fundamentais para a atividade turística da região, assim como para a própria economia do concelho. Cascais é um concelho maioritariamente ligado ao setor terciário, apresentando uma atmosfera cosmopolita.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Cascais na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-19 11:59:26]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros