Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Catherine Deneuve

Atriz francesa, nascida em Paris a 22 de outubro de 1943 e filha do ator teatral Maurice Dorléac. Aos 13 anos, fez a sua estreia cinematográfica com uma figuração no filme Les Collégiennes (1957). Com 16 anos, envolveu-se romanticamente com o realizador Roger Vadim de quem viria a ter um filho. Acumulou papéis secundários em filmes como Les Portes Claquent (1960) e Vacances Portugaises (Os Sorrisos do Destino, 1963), mas veio a ser Jacques Démy a dar-lhe o primeiro papel de nomeada no musical Les Parapluies de Cherbourg (Os Chapéus de Chuva de Cherburgo, 1963). Os cinéfilos ficaram impressionados pela sua inocência e beleza e ficou desde logo definido que lhe estariam reservados voos mais altos. Assim, dois anos depois, filmou a sua primeira película em língua inglesa, o filme de terror Repulsion (Repulsa, 1965), de Roman Polanski, onde interpretou Carole, uma jovem sexualmente reprimida que entra num estado profundo de perturbação mental. Voltou a França para filmar de novo sob as ordens de Demy outro título que se tornou marcante na sua filmografia e novamente um musical: Les Demoiselles de Rochefort (As Donzelas de Rochefort, 1967), onde trabalhou ao lado de sua irmã Françoise Dórleac e do veterano Gene Kelly. No entanto, o papel que veio consagrá-la a nível internacional foi o de Séverine em Belle de Jour (Bela de Dia, 1967), de Luis Buñuel, numa prestação extremamente ousada duma mulher casada que se torna prostituta sem o conhecimento do consorte. Após o fracasso do filme britânico Mayerling (1970), voltou a trabalhar sob a orientação de Buñuel no controverso Tristana (Tristana, Amor Perverso, 1970). Em 1971, iniciou uma relação amorosa com Marcello Mastroianni, relação da qual nasceria Chiara Mastroianni, que também seguiu a carreira artística. Apesar dos contínuos convites para filmar em Hollywood, Deneuve procurou dedicar-se mais ao cinema francês, acumulando sucessos como Zig Zig (1974), Le Sauvage (Meu Irresistível Selvagem, 1975), À Nous Deux (Uma Aventura a Dois, 1979), Le Dernier Metro (O Último Metro, 1980) e Le Choc (Fuga Para a Felicidade, 1982). Dos títulos americanos, no meio duma série de reveses comerciais, destaca-se o sucesso da sua interpretação em The Hunger (Fome de Viver, 1983), onde desempenhou um vampiro bissexual. Receberia uma nomeação para o Óscar de Melhor Atriz pela sólida criação de Eliane, uma próspera fazendeira em Indochine (Indochina, 1992). Foi também uma atriz com presença constante em filmes de Manoel de Oliveira como O Convento (1995), Je Rentre à la Maison (Vou Para Casa, 2001) e Um Filme Falado (2003) ou êxitos do cinema europeu como Dancer in the Dark (2000), 8 Femmes (Oito Mulheres, 2002) e Les Temps qui changent (Os Tempos que Mudam, 2004).
Poster de "8 Femmes", um filme de François Ozon, no qual participaram, entre outros, Fanny Ardant, Catherine Deneuve, Emmanuelle Béart e Isabelle Huppert
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Catherine Deneuve na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-20 08:40:10]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros