Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

CCD (dispositivo de acoplamento de carga)

Tecnologia, denominada "charge-coupled device", inventada por George Smith e Willard Boyle, em 1969, e que consiste na utilização de um chip sensível à luz (CCD ou CMOS) para capturar uma imagem. A luz incide no CCD e, à saída, a comunicação dos dados é feita através de uma voltagem proporcional à intensidade da luz que entrou.
Cada célula no sensor do CCD produz um pixel da imagem - pode-se assim imaginar facilmente a quantidade de células existentes num CCD e quão reduzidas são. A resolução e o detalhe de uma imagem dependem do número de células existentes no CCD e do tamanho deste. Quanto maior o CCD, melhor será o detalhe final, mesmo que possua um menor número de células.
A maioria dos CCD são fisicamente mais pequenos do que a área de um negativo de 35 mm.
Originalmente desenvolvido para aplicações em vídeo, começou a ser utilizado na fotografia depois de se registar uma grande evolução na resolução e no apuramento da cor. E evoluiu de tal forma que se encontra muito facilmente câmaras digitais com CCD de vários megapixel.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – CCD (dispositivo de acoplamento de carga) na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-16 11:32:25]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais