Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

ciclo de Carnot

O ciclo de Carnot foi proposto em 1824 e consiste no ciclo ideal mais importante da termodinâmica.
Este foi idealizado, como o próprio nome indica, pelo físico francês Nicolas Leonard Sadi Carnot.
Este físico pretendeu estudar as possibilidades de transformação de calor em trabalho e para tal criou o ciclo de Carnot.
O ciclo de Carnot representa um motor térmico ideal
Este ciclo consiste em submeter um gás, colocado no interior de um recinto fechado, reversivelmente, a uma série de quatro transformações (mudanças de estado) de um dado agente que atua numa máquina térmica, de tal forma que o estado inicial seja igual ao estado final.
Assim, teremos a primeira transformação: expansão isotérmica do gás a uma temperatura T1, durante a qual recebe uma quantidade de calor Q1; a segunda transformação: expansão adiabática (não há trocas de calor) com descida de temperatura de T1 para T2; a terceira transformação: compressão isotérmica à temperatura T2 com dissipação de uma quantidade de calor Q2; e a quarta transformação: compressão adiabática com subida da temperatura até ao estado inicial T1.
O trabalho obtido neste ciclo é igual a (Q1-Q2) e o rendimento de qualquer máquina térmica reversível, de acordo com o princípio de Carnot, depende apenas do intervalo de temperaturas à qual ela trabalha, e não das propriedades dos agentes transformadores.
Em qualquer máquina reversível, o rendimento (h) é o quociente entre o trabalho (W) e a quantidade de calor fornecida (Q1), ou seja: h=W/Q1 Û h=(Q1-Q2)/Q1.
Na escala de temperaturas kelvin, vem que o rendimento é igual a: h=(T1-T2)/T1.
Para um máximo rendimento, T1 deverá ser o mais alto possível e T2 o mais baixo possível.
O ciclo de Carnot inverso obtém-se quando se inverte o sentido do ciclo de Carnot. Enquanto que no ciclo de Carnot se realiza trabalho, neste caso é necessário fornecer trabalho.
Graças ao ciclo de Carnot inverso consegue-se transferir calor de um recipiente que se encontra a uma temperatura inferior, para outro que se encontra a uma temperatura superior, ainda que para tal se tenha que fornecer trabalho.
O ciclo de Carnot inverso tem aplicação no funcionamento de um frigorífico.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – ciclo de Carnot na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-02 12:53:30]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros