Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Condillac

Filósofo francês, nasceu a 30 de setembro de 1715, em Grenoble, e morreu a 30 de agosto de 1780, em Beaugency. Entrou no Seminário de Paris e foi ordenado padre aos 25 anos. Estudou Teologia na Sorbonne. É primo do filósofo D'Alembert. Foi precetor de Fernando de Parma, neto de Luís XV.
Este filósofo parece ter-se inspirado quer em John Locke, quer em Descartes. A sua preocupação com a fidelidade à verdade, leva-o sobretudo a procurar descobrir os meios pelos quais ela pode ser alcançada de modo rigoroso. Na sequência desta preocupação dirige, mais para o fim da sua vida, a sua investigação no sentido de descobrir uma língua adequada para expressar a verdade: é o que encontramos na sua obra inacabada Língua dos Cálculos, em que se identifica a língua com a análise, na tentativa de expurgar a linguagem filosófica que, segundo ele, encobre a verdade, mais do que a desvela. Esta identificação entre língua e análise tem como modelo a Matemática, ou mais propriamente, a Álgebra. Ao contrário do que poderia ser-se levado a pensar, para Condillac, a Álgebra não é entendida como uma construção meramente humana, mas antes um reflexo da própria natureza. O que aqui parece implícito é a ideia de que se o homem se soubesse manter num estado natural, seria capaz de, naturalmente, encontrar a verdade.
A arte de bem pensar é uma arte analítica que deve, portanto, partir do todo complexo para as suas partes simples, através de um esforço de decomposição. É através deste método analítico que Condillac pode afirmar que a razão é apenas o resultado de uma edificação que parte dos dados dos sentidos - a única fonte do conhecimento - para operações gradualmente mais abstratas.
Condillac
Para melhor pôr em prática o método analítico, Condillac imagina uma estátua, à qual gradualmente fossem dados os sentidos, que iria passo a passo formando todas as ideias e noções sucessivamente mais abstratas e complexas.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Condillac na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-29 06:51:16]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais