Natal WOOK
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

consola de jogos

Pequeno aparelho que integra um computador especial, construído exclusivamente para correr jogos de vídeo.
Para controlar os jogos, estes aparelhos podem incluir joysticks, trackballs, botões, volantes e pedais, armas, ou controladores especiais com teclas direcionais e vários botões.
Em alguns jogos específicos, pode-se interagir com óculos especiais ou outro material próprio de realidade virtual que fornecem ao utilizador efeitos tridimensionais.
A primeira consola de jogos apareceu em 1972, produzida pela empresa Magnavox.
O aparelho, chamado Odyssey, usava cartuchos onde estavam armazenados os jogos que seriam vistos numa televisão ligada à consola.
Em 1977, a empresa Atari anunciou o lançamento da "Atari 2600", uma consola que incluía jogos famosos como o "Space Invaders" e o "Asteroids", nos quais a dificuldade aumentava de acordo com o tempo de jogo.
Alcançado o sucesso com estes sistemas que permitiam ao utilizador desfrutar de jogos de vídeo no lar, outras companhias apareceram a reclamar uma quota do mercado.
Foi o caso do sistema "ColecoVision", da empresa Coleco, e do "Intellivision", da Mattel. Entretanto, algumas companhias, como a Activision, alcançavam também o sucesso, apenas por produzirem jogos para estas consolas.
Jogos como "Pac-Man", no qual o jogador controla um boneco através de um labirinto preenchido por pequenos pontos, e "Frogger", em que o objetivo é guiar um sapo através de uma série de obstáculos, causaram sensação.
Em meados dos anos 80, a companhia japonesa Nintendo lançou a consola "NES" (Nintendo Entertainment System) que veio relançar o interesse do mercado por este tipo de aparelhos.
Tal ficou a dever-se não só aos gráficos e animações mais avançadas que esta consola oferecia, mas também a duas séries de jogos que tiveram um enorme sucesso junto do publico: "Super Mario Bros." e "The Legend of Zelda".
Entretanto uma outra empresa japonesa, a SEGA, decide disputar um lugar nesta indústria, e lança a consola "Genesis", também esta com capacidade para produzir gráficos, sons e animações realísticas.
Ao longo dos anos 90, a Sega e a Nintendo competiram pelo domínio do mercado de consolas até que, em 1995, surgiu um novo e forte concorrente: a japonesa Sony, que lança a Sony PlayStation. Esta consola, assim como a Saturn, lançada também em 1995 mas pela Sega, usa jogos cujo suporte é o CD-ROM, uma novidade até então.
Um ano mais tarde a Nintendo regressa à linha da frente com a Nintendo 64, uma consola que tinha uma ainda maior capacidade de processamento do que as dos concorrentes, permitindo jogos mais rápidos e complexos.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – consola de jogos na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-12-02 20:38:31]. Disponível em
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río