Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Crato

Aspetos Geográficos
O concelho do Crato, do distrito de Portalegre, ocupa uma área de cerca de 390 km2, localiza-se no Alentejo (NUT II) e no Alto Alentejo (NUT III) e abrange seis freguesias: Aldeia da Mata, Crato e Mártires, Flor da Rosa, Gafete, Monte da Pedra e Vale do Peso.
O concelho encontra-se limitado a norte pelos concelhos de Nisa e de Castelo de Vide, a oeste pelos de Gavião e de Ponte de Sor, a sudoeste pelo de Alter do Chão, a sul pelos de Alter do Chão e de Monforte, e a este pelo de Portalegre.
Vista parcial da vila do Crato
Brasão do concelho do Crato
Pousada Flor da Rosa, antigo Convento de Flor da Rosa, no Crato
O concelho apresentava, em 2005, um total de 4068 habitantes.
O natural ou habitante de Crato denomina-se cratense.
Possui um clima marcadamente mediterrânico, caracterizado por uma estação seca bem acentuada no verão. A precipitação é irregular.
O edificado distribui-se na encosta de uma colina. O relevo é relativamente plano e suave, destacando-se apenas dois montes, o de Campainhas (311 m) e o Esteval (317 m).
Como recursos hídricos, possui a ribeira de Caldeirão, a ribeira de Várzea, a ribeira de Seda, a ribeira de Linhais e as Termas de Monte da Pedra, com água de natureza bicarbonatada, sódica e fluoretada, com uma temperatura à volta de 19,5 °C.
História e Monumentos
Crato foi fundada pelos Cartagineses, há mais de 2500 anos. Por volta de 60 a. C., estas terras foram conquistadas pelos Romanos, que remodelaram e organizaram o castelo aí existente de acordo com a sua conceção tática, estabelecendo nele uma base militar e um centro político e administrativo. Entre os anos de 706 e 1160, os mouros apoderaram-se deste território. O Crato esteve sob o domínio muçulmano durante 454 anos, até que D. Afonso Henriques o conquistou definitivamente.
Teria como designação inicial Castraleuca ou Castra-Leuca. No decorrer dos séculos, e por alterações sucessivas, passou a ser Ucrate ou Crate e, por fim, Crato. Em 1232 o território foi doado à Ordem dos Hospitalários por D. Sancho II. Mem Gonçalves, na altura Prior da Ordem, deu o primeiro foral à vila nesse mesmo ano. Esta recebeu um novo foral em 1512, outorgado por D. Manuel I.
Ao nível do património monumental e arquitetónico, é de referir o Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa, cuja primeira referência documental data do ano 1351, sendo a data de fundação o ano de 1356. É um imponente monumento mandado erguer por D. Álvaro Gonçalves Pereira, constituído por fortaleza, paço fortificado, templo e mosteiro, que albergou a Ordem do Hospital, e, posteriormente, a Ordem de Malta. A Igreja de Flor da Rosa data do século XIV e é um monumento em estilo gótico. Desde 1995 este mosteiro, remodelado, funciona como uma atraente pousada.
A Igreja Matriz do Crato ou de Nossa Senhora da Conceição data do século XIII, embora com sucessivos acréscimos, subsistindo da época a estrutura imponente da torre sineira. Quanto ao estilo, denotam-se alguns traços góticos. Possui três naves e cinco tramos, separados por quatro pares de arcos ogivais e um arco de volta perfeita.
Tradições, Lendas e Curiosidades
No artesanato são de salientar os trabalhos em madeira e em granito, como as cantarias, as lareiras, a escultura, os bordados e a olaria.
Como instalação cultural, é de destacar o Centro Cultural de Gáfete.
Economia
No concelho, todos os setores da atividade económica assumem relativa importância, sobressaindo o setor terciário, na área do pequeno comércio e dos serviços ligados à exploração do complexo termal.
No setor primário, a agricultura tem ainda uma grande importância, predominando os cultivos de cereais para grão, os prados temporários e as culturas forrageiras, a vinha, o pousio, o olival, os prados e as pastagens permanentes. A pecuária mantém alguma importância, nomeadamente na criação de aves, ovinos e bovinos.
Quase 25% (235 ha) do seu território encontra-se coberto de floresta.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Crato na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-16 09:42:21]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros