Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Cuanza Sul

Província do Centro-Oeste de Angola cuja capital é a cidade de Sumbe. Por vezes, encontra-se sob a forma ortográfica Kwanza Sul. Confinada pelas províncias angolanas de Benguela (a sul), Huambo (a sul), Bié (a este), Malanje (a nordeste), Cuanza Norte (a norte) e Bengo (a noroeste), a província de Cuanza Sul tem uma superfície de 55 660 km2. A cidade de Sumbe, antigamente Novo Redondo, foi fundada a 7 de janeiro de 1769, pelo Capitão Mor de Muxima, José Rodrigues, e tornou-se sede do distrito de Cuanza Sul, a 3 de novembro de 1919.

A província de Cuanza Sul, uma região montanhosa (especialmente a sudeste), é bem irrigada sobretudo pela passagem dos rios Cuanza, Longa, Cuvo ou Queve e Cubal, o que permite que não só os solos sejam férteis para a agricultura, como também se desenvolva uma atividade pesqueira na região. Quanto à produção agrícola, com importância na economia nacional, ela assenta no cultivo de café, milho, feijão, banana, algodão, óleo de palma, sisal, abacaxi, girassol e citrino.

No setor pecuário, explora-se principalmente gado bovino, caprino, suíno e aves. Os apoios agrícolas são concedidos por vários institutos como o Instituto de Desenvolvimento Agrário, o Instituto de Desenvolvimento Florestal, o Instituto de Café de Angola e por diversas cooperativas e associações que vão florescendo na região. Relativamente à pesca artesanal fluvial, o setor encontra-se bem estruturado, com equipamentos disponíveis para a prática da atividade e dados sobre estimativas de capturas dos peixes.

Entre as riquezas minerais destaca-se as pedras semi-preciosas, o cobre, o quartzo, o gesso, o ferro e o bário.

Devido à guerra, a província apresenta deficiências, sobretudo, nos setores da educação, da saúde, do abastecimento de água e das comunicações terrestres. O governo provincial tem-se empenhado por cativar investimentos nacionais e estrangeiros para que a região se desenvolva e a economia local seja relançada.

Em 1997, com o apoio da ADPP (Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo), iniciou-se o projeto Escola Professores do Futuro que visa treinar os estudantes estagiários para a prática do ensino em escolas rurais. No ano seguinte, também com a ajuda da ADPP, lançou-se o Projeto Venda de Roupa, que tem como objetivo fornecer à população roupa e sapatos a preços acessíveis.

Em 2001, foi assinado um protocolo entre o governo de Cuanza Sul e o Instituto Politécnico de Bragança (IPB), em Portugal, no sentido de se criar um Instituto de Ciências Agrárias naquela província, estando prevista a sua abertura para 2005.

Em 2004, o governo provincial deslocou-se a Bragança com o fim de aprofundar a cooperação entre as duas regiões, não só a nível educativo, bem como empresarial. Em maio de 2004, foi assinado um protocolo de cooperação entre o Instituto Nacional da Criança (INAC) e a Associação Cristã da Mocidade (ACM) com a finalidade de apoiar e proteger as crianças desfavorecidas da região de Cuanza Sul.

A província de Cuanza Sul apresenta potencialidades tanto a nível turístico, com as águas medicinais de Conda, as fortalezas de Sumbe, o Fortim de Kicombo e as pedras rupestres de Ndalambiri, como a nível cultural, pelas danças tradicionais e variedade de instrumentos musicais.

Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Cuanza Sul na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-09-25 23:51:46]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais