Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

didascália

As didascálias (do grego didaskália = instrução, ensinamento) eram, na antiga Grécia, as instruções que os poetas dramáticos davam aos atores para a representação cénica; por vezes, designavam as próprias representações teatrais ou festivais trágicos. Atualmente, por extensão, incluem diversas informações: a listagem inicial de personagens; a indicação do nome da personagem antes de cada fala; anotações sobre a estrutura externa da obra; referências aos adereços que compõem o espaço cénico; informações sobre tom de voz, gestos, atitudes; o momento da entrada em cena e o percurso a realizar; indicações sobre o guarda-roupa; (...).
Consideradas como texto secundário, as didascálias servem de suporte do texto dramático, constituído pelo chamado texto principal (falas, réplicas ou atos linguísticos que se destinam à comunicação dos atores entre si e que os espectadores possam ouvir).
Por exemplo, a peça Felizmente Há Luar!, de Luís de Sttau Monteiro, é rica de marcações: movimentos, posições, cenários, gestos e tons de voz (capazes de traduzir sarcasmo, ironia, escárnio, indiferença, galhofa, adulação, desprezo, irritação ou tristeza, esperança, medo, desânimo), vestuário, sons (o som dos tambores, o silêncio, a voz que fala antes de entrar no palco, um sino que toca a rebate, o murmúrio de vozes, o toque de uma campainha, o murmúrio da multidão) e efeitos de luz (o contraste entre escuridão e luz; os dois atos terminam em sombra, de acordo, aliás, com o desenlace trágico).
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – didascália na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-11 06:07:50]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros