Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Dido

Cantora inglesa nascida a 25 de dezembro de 1971, em Londres. Iniciou a sua ligação à música com apenas 6 anos, quando entrou para uma famosa escola de música londrina. O seu convívio com a composição continuou durante toda a sua juventude e, passados alguns anos, apareceu, por fim, ao lado do seu irmão Rollo nos Faithless. A opção por uma carreira a solo concretizou-se pouco depois e, após o lançamento do álbum de estreia do grupo inglês Reverence, Dido partiu em busca de um espaço próprio, combinando um som etéreo, feito de elementos acústicos, combinados com uma eletrónica simples.
A assinatura de um contrato com a editora Arista facilitou depois o lançamento do seu primeiro álbum, No Angel, em 1999. O disco teve um enorme êxito comercial e, em 2001, Dido ainda recolhia dividendos do seu primeiro álbum de originais. Exemplo disso mesmo foi o single "Thank You", que durante esse ano ocupou o top 5 americano, e que o rapper Eminem usou no seu grande sucesso "Stan". O primeiro disco da cantora contemplava ainda outros êxitos, passados com grande insistência nas rádios mundiais, como, por exemplo, "My Lover's Gone" e "Here With Me". O disco manteve-se nas principais tabelas de vendas por meses a fio, demonstrando que a voz quente e doce da cantora tinha conquistado o seu espaço. Além de abrir diversos concertos de Sting, a cantora teve oportunidade de realizar uma digressão em nome próprio, promovendo a sua imagem por toda a Europa e também pelo mercado americano, que só a acolheu depois do "empurrão" de Eminem.
Com mais de 12 milhões de discos vendidos, Dido partiu para o disco seguinte, Life For Rent (2003). Este registo provou que a fórmula da cantora não se tinha esgotado no primeiro álbum. A mesma lógica melodiosa, as letras de apologia da vida e do amor e as vocalizações suaves da cantora voltaram a conquistar o mundo. Canções como "White Flag" e "Life For Rent" provaram que a pop da cantora, não sendo demasiado comercial, lhe garantiu um lugar nos circuitos comerciais mundiais, trazendo-a para a primeira linha da música na Europa e nos EUA, transformando-a numa das figuras de maior êxito.
Capa do álbum "No Angel" (1999) de Dido
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Dido na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-14 08:05:13]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais