Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Diogo de Mendonça Corte Real

Diplomata e estadista português, nascido em Tavira em 1658, Diogo de Mendonça Corte Real foi ministro dos reis D. Pedro II e D. João V.
Estudou na Universidade de Coimbra, onde obteve doutoramento em Cânones, sendo mais tarde nomeado corregedor da Câmara do Porto.
Em 1691, foi enviado extraordinário à Holanda, com a missão de protestar contra o ataque dos holandeses aos barcos portugueses, conseguindo uma indemnização de 80 000 patacas para Portugal. Da Holanda transitou para a corte espanhola, também como enviado extraordinário. Quando Portugal entrou na Guerra da Sucessão de Espanha, teve a seu cargo, por mandato de D. Pedro II, a administração das operações armadas. Viria a participar também nas negociações conducentes à assinatura do Tratado de Utreque, que poria fim àquele conflito.
Em 1707, D. João V nomeou-o secretário de estado, cargo que desempenhou até à sua morte em 1736.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Diogo de Mendonça Corte Real na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-09-27 12:27:22]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros