Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros
< voltar
< 1 min

Duarte Pacheco

Governante português, do período do Estado Novo, nascido em 1899 e falecido em 1943, teve vários cargos políticos. Foi, desde logo, presidente da Câmara Municipal de Lisboa em 1928. Mas foi como ministro das Obras Públicas (nomeado em 1932) que mais se destacou. Deu incentivo, quer ao programa de obras públicas que então foi executado (estrada Lisboa-Cascais, a autoestrada Lisboa-Caxias, o Estádio Nacional, etc.), quer ao novo urbanismo da capital, representado pela Fonte Luminosa e pelas Avenidas Novas.
Busto de Duarte Pacheco, da autoria de Francisco Franco (Museu da Cidade, Lisboa)
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Duarte Pacheco na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-09-26 00:49:15]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros