Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Duque de Rivas

Famoso pensador político e escritor, Ángel Saavedra, duque de Rivas, nasceu em 1791, em Córdova e morreu em 1865, em Madrid.
Formou-se em Direito pela Universidade de Madrid e cedo começou a manifestar os seus ideais políticos. Ángel de Saavedra sempre se regeu por linhas liberais contra o Absolutismo reinante na época, de tal forma que em 1822 exercia já funções de Deputado no então intitulado Triénio Liberal - um grupo liberal que lutava, dentro dos limites permitidos, contra o absolutismo.
Pelas funções de Deputado Liberal que exercia em 1822 durante o reinado de Filipe VII, Ángel de Saavedra recebe ordens de exílio nos anos 30/40. Esteve assim emigrado em variados sítios, dos quais se destacam Gibraltar, Londres e Malta.
Foram duros anos de exílio mas, após a morte de Filipe VII, Ángel de Saavedra regressa a Espanha e é condecorado Duque de Rivas, como forma de reconhecimento pelos feitos e intervenções políticas relevantes.
Para além desta condecoração, vê também os seus méritos reconhecidos através de convites feitos para exercer funções de relevo na vida política e cultural ativa de Espanha, tais como: cargo de Plenipotenciário (semelhante ao cargo de Embaixador) em Nápoles, que ocupou desde 1844 a 1850 e o cargo de Diretor da Academia de Espanha.
Claramente influenciado pelo Romantismo Espanhol, o Duque de Rivas foi autor de grandes obras poéticas e, sobretudo, de peças de Teatro, das quais se destacam Dom Álvaro ou a força do destino - talvez o seu romance mais famoso, publicado em 1835 - e El Moro Expósito.
Para além destas, Duque de Rivas foi também autor de grandes obras de Romance Histórico conhecidas e apreciadas até aos dias de hoje e das quais se destacam El Castellano Leal, Una Antigualla de Sevilla e El Conde de Villamediana, sendo esta última a que mais importância teve a nível literário.
Um grande pensador político e um homem de sensibilidades extremas, Duque de Rivas ficará sempre ligado à Literatura Espanhola do Século XIX como um dos maiores produtores de valiosos testemunhos do Romantismo da época.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Duque de Rivas na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-25 17:50:18]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais