Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Éfeso

Terceiro concílio ecuménico, reunido em Éfeso, uma localidade da Ásia Menor, entre 22 de junho e 31 de julho de 431, convocado pelo imperador Teodósio II do Oriente, cujo tema de discussão central foi o nestorianismo.
A convocação para este concílio foi feita para tentar resolver, por meio de uma reunião ecuménica dos bispos da Cristandade, a questão doutrinal levantada pelo bispo de Constantinopla, Nestório. Este defendia que Jesus Cristo era apenas um homem, e que dentro dele se encontrava o Filho de Deus. Portanto, a mãe de Cristo, Maria, não poderia ser chamada Mãe de Deus (ou theotokos). O papa Celestino I e o bispo Cirilo de Alexandria insurgiram-se contra esta conceção e consideraram-na herética, tendo condenado o nestorianismo, sem que o bispo de Constantinopla aceitasse, em diversos sínodos anteriores ao concílio de Éfeso.
As sessões em Éfeso começaram já com atraso e sem que tivessem chegado os legados papais e os bispos de Antiquia, por iniciativa de Cirilo de Alexandria. Este elaborou um documento relativo à divindade absoluta da pessoa de Cristo para iniciar as sessões, tendo-se na mesma altura lido as cartas que o papa Celestino I e Cirilo trocaram com Nestório. Foram igualmente lidas uma condenação do nestorianismo do concílio de Alexandria (430) e uma compilação de escritos dos Padres da Igreja. Nestório foi despojado da sua categoria episcopal e todas as decisões foram confirmadas quando chegaram os representantes papais, na segunda sessão. Contudo, quando chegaram os bispos de Antioquia e o seu patriarca, João de Antioquia, excomungaram Mémnon de Éfeso e Cirilo por terem tomado a iniciativa de condenar Nestório sem a sua presença. Não havendo, portanto, consonância de opiniões, o imperador decidiu finalizar o concílio e depor os bispos Nestório, Mémnon e Cirilo, tendo estes dois últimos recuperado a dignidade episcopal mais tarde e Nestório sido enviado em reclusão para um mosteiro em Antioquia.
Deste concílio resultou o chamado símbolo de Éfeso, onde se declara que Maria é Mãe de Deus porque as ações do homem, Cristo, eram ditadas pelo Verbo de Deus, sendo Jesus uma só pessoa, que resultou da união entre o divino e o terreno.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Éfeso na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-03 12:43:05]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais