Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Bom português

puder ou poder?

ver mais

trás ou traz?

ver mais

impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Endovélico

É uma das principais divindades que formam a mitologia ibérica, semelhante ao Sucellus (deus gaulês da agricultura, da floresta e das bebidas inebriantes). Segundo Leite de Vasconcellos, que o aparenta a divindades célticas (o seu nome é mesmo céltico), era, para os Iberos, o Deus Muito Bom, como o Dagda dos Celtas. Existem algumas dúvidas sobre a sua divindade: para uns mitólogos é o espírito infernal da noite; para outros, um médico celestial ou o Marte hispânico. É o espírito infernal da noite, atribuindo-se-lhe também o governo do mundo subterrâneo e a proteção da vida depois da morte. É também um deus da Terra e da Natureza, foi muito cultuado pelos romanos, que lhe deixaram muitas inscrições votivas e ex-votos. Faria parte, ainda segundo algumas suposições de estudos recentes, de uma Trindade ibérica, a par de Ataegina e de Runesocesius.
Tem, em Portugal, um santuário perto de Terena, Alandroal, no Alentejo. A sua distribuição geográfica era bastante ampla na Ibéria hispânica, o que reforça as suas conexões com a mitologia céltica.

Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Endovélico na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-11-28 09:21:52]. Disponível em
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Bom português

puder ou poder?

ver mais

trás ou traz?

ver mais

impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais