Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Esparganiáceas

Família de plantas monocotiledóneas distribuída normalmente por um género e cerca de 20 espécies. São plantas herbáceas vivazes, palustres ou aquáticas.
As Esparganiáceas (Sparganiaceae) encontram-se predominantemente em zonas temperadas e frias.
As plantas desta família são monoicas, com um rizoma estolhoso, e emitem caules que na parte superior são escuros.
As folhas são lineares, inteiras simples, alternas, sésseis.
As flores reúnem-se em capítulos globosos sobrepostos, unissexuais. Os capítulos superiores são constituídos por flores masculinas, com um a oito estames, e os inferiores por flores femininas, com um ou dois carpelos. O perianto é sepaloide, com segmentos escaliformes, variando o número de tépalas entre três e seis. O ovário é súpero, geralmente unilocular
O fruto é indeiscente, normalmente uma drupa.
Em Portugal a família é representada por espécies que vivem em terrenos húmidos ou pantanosos, como o caso da espadana-de-água (Sparganium erectum), o Sparganium simplex e o Sparganium natans ambos conhecidos popularmente por espadanas.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Esparganiáceas na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-20 01:10:30]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais