Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Exército de Libertação Nacional Zapatista

O Exército de Libertação Nacional Zapatista é um grupo armado mexicano que a 1 de janeiro de 1994 surpreendeu o Governo atacando e apoderando-se de quatro cidades do sul do estado de Chiapas. O movimento rebelde era desconhecido até à data em que protagonizou esta insurreição. Os rebeldes reclamavam a demissão do presidente Carlos Salinas, e pediam eleições livres e o fim da alegada discriminação daquelas regiões, cuja população é maioritariamente índia.
A data de 1 de janeiro de 1994 coincidiu com a entrada em vigor do Acordo de Comércio Livre da América do Norte, conhecido por NAFTA. Os revoltosos referiam-se a este tratado como mais uma opção política do Governo para proteger os mais ricos, em nada contribuindo para alterar a condição dos mais pobres.
A 6 de janeiro desse mesmo ano, três bombas explodiram perto da Cidade do México. Dois dias depois, duas bombas explodiram em Acapulco e outras quatro próximas da capital. A 10 de janeiro o presidente ordenou o cessar-fogo e deu início a negociações de paz entre os índios revoltosos e o Governo. Dois meses depois, representantes de ambas as partes anunciaram uma tentativa de acordo com vista à melhoria da situação económica e do clima de relações políticas na região.
O pacote de promessas abrangia várias comunidades daquele território e incluía novos direitos para os índios, com um projeto de reforma agrária, uma série de programas sociais e mudanças na estrutura política e jurídica de Chiapas. O subcomandante Marcos, nome de guerra do líder do Exército Zapatista, afirmou que não deporia as armas enquanto as promessas não constassem da lei.
Em dezembro de 1994, a nomeação de Eduardo Robledo Rincón para o cargo de governador do estado de Chiapas fez renascer o descontentamento dos rebeldes. Robledo pertencia ao Partido Revolucionário Institucional (PRI), no poder desde 1929 e contra o qual os revoltosos se tinham insurgido. Os membros do Exército Zapatista contestaram a legitimidade de Robledo como governador. Em alternativa, nomearam Amado Avendaño, do Partido Democrata Revolucionário, para chefe do Executivo regional.
Enquanto força militar, o Exército de Libertação Nacional Zapatista não foi anulado. Ressurge ocasionalmente em situações como a mencionada, continuando a representar a luta contra as desigualdades sociais - muito acentuadas e com marcas de uma discriminação racial e política que vem do passado, da antiga relação entre colonizador e colonizado - que se verificam em certas regiões mexicanas.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Exército de Libertação Nacional Zapatista na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-21 06:56:06]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais