Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Feliciano Barreiras Duarte

Político português, nascido em 1966, entrou para o Governo português como Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Presidência em abril de 2002. Licenciado em Direito na menção Ciências Jurídicas e Políticas, concluiu também o curso de Gestão Autárquica no Instituto de Progresso Social e Democracia. Iniciou a sua atividade profissional como funcionário de cooperativas do Bombarral, mas depois de formado tornou-se consultor jurídico. Em 1986 iniciou a sua atividade dentro do Partido Social Democrata, onde ocupou diversos cargos diretivos. Em 1999 foi eleito deputado à Assembleia da República tendo assumido a vice-presidência da Comissão Parlamentar dos Assuntos Europeus. Ocupou estes cargos até 2002, altura em que passou a Secretário de Estado. Entretanto, em 2000 e 2001, foi diretor nacional e porta-voz da candidatura de Joaquim Ferreira do Amaral à Presidência da República. Feliciano Barreiras Duarte já publicou trabalhos sobre Direito Comunitário, Económico e Administrativo, Finanças Públicas e Sociologia. Escreveu ainda quatro livros sobre o Bombarral, a sua terra natal.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Feliciano Barreiras Duarte na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-15 16:35:14]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais