Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Fleetwood Mac

O grupo pop-rock inglês Fleetwood Mac surgiu através de ex-membros dos John Mayall's Bluesbreakers: Peter Green (n. Peter Greenbaum, 1946-10-29, Bethnal Green, Londres, Inglaterra), Mick Fleetwood (n. 1947-06-24, Redruth, Cornwall, Inglaterra), Jeremy Spencer (n. 1948-07-04, Hartlepool, Cleveland, Inglaterra) e John McVie (n. 1945-11-26, Londres, Inglaterra).
No início eram conhecidos como Peter Green's Fleetwood Mac. Estrearam-se com Fleetwood Mac (1968), um álbum decisivo no desenvolvimento dos blues britânicos de finais de 60, que incluiu os singles "Black Magic Woman" (mais tarde popularizado por Santana) e "Need Your Love So Bad", antes gravada por Little Willie John.
Seguiu-se Mr. Wonderful (1968), do qual fez parte o tema "Love That Burns" e que contou com a participação de Christine Perfect (n. 1943-07-12, Birmingham, Inglaterra) no piano. Em setembro de 1968, o grupo acolheu um terceiro guitarrista, Danny Kirwan (1950-05-13, Londres, Inglaterra), cuja presença deu ao grupo um toque mais rock. A banda editou, então, o grande êxito intitulado "Albatross", o primeiro single do grupo a ultrapassar o milhão de vendas.
Os Fleetwood Mac eram um grupo blues-rock já com grande prestígio na Europa, como comprovam as vendas do álbum Then Play On (1969), que teve em "Oh Well" o seu melhor momento.
Em maio de 1970, Peter Green deixou o grupo, numa altura em que o single "The Green Manalishi" atingiu o Top 10. Por sua vez, Christine Perfect McVie, que já tinha casado com John McVie, entrou para o grupo para a função de teclista e vocalista secundária.
Logo após a edição de Kiln House (1970), Spencer desapareceu sem deixar rasto durante a respetiva digressão pelos Estados Unidos da América. Green voltou temporariamente para ocupar o lugar de Spencer, mas o substituto permanente foi encontrado em Bob Welch (n. 1946-07-31, Califórnia, EUA).
Os dois álbuns seguintes, Future Games (1971) e Bare Trees (1972), não foram tão felizes comercialmente como os seus antecessores. Entretanto, Kirwan abandonou a banda, sendo substituído por Bob Weston. Os Fleetwood Mac decidiram ainda integrar o vocalista Dave Walker, cuja permanência no grupo foi de apenas oito meses, quase não tendo participado no álbum Penguin (1973). Deste álbum fez parte o tema "Night Watch".
Em 1973, surgiu Mystery to Me, trabalho que incluiu o grande sucesso "Hypnotized" e cujo lançamento se efetuou num período de conflitos no seio do grupo. Bob Weston foi despedido durante uma digressão pelos EUA, na sequência de um envolvimento com a mulher de Mick Fleetwood.
Assim, o grupo gravou Heroes Are Hard to Find (1974) como quarteto - Mick Fleetwood, John McVie, Christine Mcvie e Bob Welch.
Em dezembro de 1974, Bob Welch deixou o grupo. Pouco tempo depois, o guitarrista Lindsey Buckingham (n. 1947-10-03) e a vocalista Stevie Nicks (n. 1948-05-26), que faziam carreira como duo, entraram para os Fleetwood Mac, integrando assim a sua mais popular e bem sucedida formação: Mick Fleetwood, Christine Perfect, John Mcvie, Lindsey Buckingham e Stevie Nicks.
Foi na segunda metade da década de 70 que os Fleetwood Mac chegaram ao topo do panorama musical mundial com os álbuns Fleetwood Mac (1975) e Rumours (1977). Do álbum homónimo fizeram parte os clássicos "Over My Head", "Say You Love Me" e "Rhiannon". Rumours (1977) foi o mais influente e inovador trabalho da sua carreira, com temas como "Go Your Own Way", "Don't Stop", "Second Hand News" e "Dreams". Apesar do divórcio entre os dois casais do grupo, Christine e John McVie e Lindsey Buckingham e Stevie Nicks, o seu percurso musical e o sucesso comercial não foram afetados. Rumours chegou a ser o segundo álbum mais vendido de sempre, logo atrás de Thriller de Michael Jackson.
Os dois álbuns seguintes do grupo, Tusk (1979, que incluiu os êxitos "Sara" e "Tusk") e Fleetwood Mac: Live (1980) consolidaram o estatuto de grande banda mundial.
Em 1982, e após um período em que os diversos membros dos Fleetwood Mac se dedicaram a projetos pessoais, foi editado Mirage, do qual fizeram parte os singles "Hold Me", "Gypsy", "Oh Diane". O grupo decidiu então fazer uma pausa na sua atividade e só cinco anos depois voltou às gravações com Tango In the Night (1987), cujos êxitos "Little Lies", "Big Love", "Everywhere" "Family Man" e "Seven Wonders" significaram o regresso à sua melhor forma. Em junho de 1988, Buckingham deixou o grupo, tendo entrado para o seu lugar não um, mas dois guitarristas, Rick Vito (n. 1950) e Billy Brunette (n. 1953-05-07).
Após a edição de Behind the Mask (1990), Vito e Nicks deixaram os Fleetwood Mack.
A gravação de Time (1995), álbum cuja edição passou despercebida, teve já a participação do guitarrista Dave Mason e da vocalista Bekka Bramlett (n. 1970, EUA).
Em 1997, foi anunciado que a formação que gravara Rumours - Fleetwood, Buckingham, Nicks, Perfect e McVie - voltaria a reunir-se para gravar. Em agosto desse ano, foi editado o registo ao vivo The Dance, gravado para a estação televisiva MTV. Este disco incluiu 13 clássicos do grupo, entre os quais "Dreams", "Rhiannon", "Don't Stop", "The Chain" e quatro novos temas.
Em 1998, o grupo foi incluído no Rock and Roll Hall of Fame.
Afastados das gravações há alguns anos e de novo com Lindsey Buckingham, os Fleetwood Mac retornam ao estúdio, para gravar o álbum Say You Will (2003). A vocalista não fazia uma gravação de estúdio com a banda havia 16 anos. Não se tratou de uma reunião definitiva dos Fleetwood, até porque McVie não esteve presente, mas os Fleetwood estavam de volta. O trabalho de composição foi dividido e, de um total de 18 faixas, nove foram compostas por Buckingham e outras nove por Vicks. O resultado final pareceu a junção de dois álbuns a solo, mais do que um esforço de grupo. Apesar de o disco dar alguns sinais do som típico dos Fleetwood Mac, não deixa de ser notória esta divisão e a dissemelhança dos temas, resultando num disco sem grande coerência e pouco consistente. Além disso, o registo é demasiado longo e acabou por não significar um regresso feliz do grupo.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Fleetwood Mac na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-22 14:46:08]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros