Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

género literário

Na época do Renascimento, após a divulgação da Poética, de Aristóteles e da Epístola aos Pisões, de Horácio, consideravam-se três géneros literários principais: o lírico, o épico e o dramático -, sendo cada um deles dividido em vários subgéneros de menor importância. Para cada um dos géneros e respetivos subgéneros foram criadas regras específicas, que os distinguiam rigorosamente uns dos outros.
Os géneros literários eram também definidos numa escala hierárquica, sendo a tragédia e a epopeia consideradas géneros maiores, por oposição à fábula ou à farsa, classificadas como géneros menores.
No século XVIII desenvolvem-se novas formas literárias, que adquirem grande importância, como o romance, a autobiografia, o drama burguês, etc. O conceito de género literário também evoluiu para uma conceção mais dinâmica e flexível, tendo alguns géneros caído em desuso e dando lugar a outros acabados de emergir. O código de cada género literário continua a evoluir, de acordo com os textos novos, que se vão incluindo em cada um deles, em especial aqueles que mais transgridem as regras preestabelecidas.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – género literário na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-06-29 05:07:48]. Disponível em

Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros