Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

< voltar
< 1 min

Germano

Drama em versos decassílabos, pretensamente naturalista, no qual o futuro autor da série de romances Patologia Social disseca os ambientes aristocráticos, dominados pela devassidão e pelo império dos temperamentos sensuais, como o da viscondessa. A figura do protagonista, Germano, é, contudo, plenamente romântica, na aspiração à integridade e à pureza, que assume contornos de um desejo de fuga na intimidade da natureza e da morte ("Acabou-se... Este é o meu último dia./ Descorçoei. Esgotou-se a energia!/ Vou repousar no grande seio amante/ Da terra... onde a frescura é penetrante,/ Mais doce a paz, o sono mais profundo..."). A peça, pela crueza do assunto e da linguagem, gerou forte polémica.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Germano na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-09-24 17:43:29]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais