Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Gregos

No final do quarto milénio, populações originárias provavelmente da Anatólia instalam-se no território que corresponde atualmente à Grécia. No segundo milénio chegam as primeiras vagas de indo-europeus oriundos do norte, que, na sequência de invasões sucessivas, se instalam na região. Cerca de 1600 a. C., impregnados da cultura dos povos que aí habitavam, os cretenses e os egeus, fundam as cidades de Argos e Micenas, que dará nome à sua civilização, a micénica. Estabelecem uma forma de organização social, o clã (genos). No séc. XII a. C. os Dórios destroem as cidades e ocupam a região, relegando os Helenos para a costa da Ásia Menor. Este período será marcado pela formação de uma religião comum e o aperfeiçoamento da escrita. A genos desagrega-se, dando lugar à cidade-estado (polis). A partir do séc. VIII a. C. a polis ganha uma estrutura, torna-se o centro das decisões respeitantes à comunidade, e aí se desenvolvem as artes e o pensamento. No campo literário, a Ilíada e a Odisseia remontam a esta época. Várias cidades são fundadas, do Mar Negro a Espanha. A expansão económica e as consequentes transformações sociais ameaçam o domínio oligárquico da aristocracia e favorecem a monarquia absoluta ou, pelo contrário, o aparecimento da democracia (reformas do estadista ateniense Clístenes em 508 a. C.). As cidades de Atenas, Corinto, Esparta e Tebas vão dominar a vida grega. As rivalidades e intrigas entre estes centros vão enfraquecer a vida social, provocando uma crise de indiferença por parte dos cidadãos e a multiplicação de conflitos. A Filosofia despontou no séc. VI a. C., com Tales de Mileto, Anaximandro e Anaxímenes. Foi aprofundada por Parménides de Élea e atingiu o apogeu com Sócrates, Platão e Aristóteles. Do período clássico (séc. V a. C) data a construção da Acrópole de Atenas, do Pártenon, do Templo de Zeus em Olímpia e surgem os mestres da tragédia Ésquilo, Sófocles e Eurípides, assim como o primeiro comediógrafo, Aristófanes. Em 359, Filipe II da Macedónia começa a impor a sua supremacia, e o seu filho, Alexandre Magno, conquista a Grécia e torna-a uma pequena parte de um grande Império, que ia dos Balcãs ao Nilo e ao Indo. Com a morte de Alexandre (323) este Império é dividido e a anarquia reina na Grécia. Atenas continua a ser contudo um brilhante centro intelectual e o contacto com o Oriente faz surgir a cultura helenística. Nos finais do séc. III a. C. os Romanos atacam os reis macedónios e em 146 a. C. a Grécia torna-se uma província romana. O Cristianismo desponta no séc. I, mas a Civilização helénica sobrevive à colonização romana e consegue mesmo influenciá-la nos campos do pensamento e das artes, chegando a um novo período áureo com os imperadores Nero e Adriano.
Ruínas de Micenas, Grécia
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Gregos na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-29 12:16:28]. Disponível em
Artigos
ver+

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros