Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Guiana Francesa


Geografia

Bandeira da Guiana Francesa
A Guiana Francesa constitui um departamento ultramarino da República Francesa desde 19 de março de 1946. Situa-se na América do Sul entre o Brasil e o Suriname e é banhada a oriente pelo oceano Atlântico.
Com cerca de 91 000 km2, tem 90% da sua superfície ocupada por floresta virgem, o que contribui para a concentração da população no litoral.

Clima

Tem um clima equatorial com uma estação quente e pluviosa e tropical húmido, com uma estação quente e húmida, a maior, e outra menos quente e seca.

Economia

A economia da Guiana Francesa baseia-se principalmente na pesca e na extração mineral, especialmente aurífera. Aqui situa-se a base de lançamento de foguetões e satélites da Agência Espacial Europeia (ESA), situada em Kourou.

A capital é Caiena.

População

O país regista notável imigração ilegal, principalmente de brasileiros, haitianos, surinameses.

A população absoluta é de 298 682 habitantes e tem uma densidade populacional de 4 habitantes por quilómetro quadrado.

História
A História da Guiana Francesa é feita de uma sucessão de ocupações e disputas, sem nunca ter chegado a alcançar a independência. Originariamente ocupada por índios, a Guiana Francesa foi ocupada e explorada por ingleses, holandeses, espanhóis e portugueses, até ser oficialmente reivindicada para a França por Daniel de La Touche, o mesmo fundador de São Luís do Maranhão.

Entre 1809 e 1817 esteve anexada ao Brasil. Atualmente, é uma região da França, sendo o único território da União Europeia na América do Sul continental.

Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Guiana Francesa na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-07 09:44:03]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais